Fernando Haddad escreveu livro defendendo Socialismo

Candidato do Partido dos Trabalhadores à Presidência da República defende ideologia anti-cristã.

FONTE: SHOFAR POST

ATUALIZADO: 23 de outubro de 2018

Fernando Haddad

Um livro escrito pelo candidato a Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, vem ganhando destaque entre os eleitores. Isso porque o livro defende abertamente o Socialismo, doutrinação ideológica que leva a implantação do Comunismo. A obra tem como título “Em Defesa do Socialismo” e foi publicado pela editora Vozes (Petrópolis), em 1998.

Essa ideologia que busca um confronto direto com o cristianismo e causou tantos males a humanidade vem sendo defendida pela alta cúpula do PT há alguns anos. E, assim como os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, o candidato petista tem grande admiração pelo Comunismo.

Lula fundou juntamente com Fidel Castro, o ditador de Cuba, o Foro de São Paulo, em 1990, que é uma organização comunista com fins políticos, cujo objetivo é influenciar nos países da América Latina para a implantação do Socialismo.

Devo lembrar ainda que, quando jovem, Dilma Rousseff teve aulas de Comunismo, teve grande interesse no Socialismo e chegou a dar aulas de marxismo. Ela iniciou seu contato com essa ideologia aos 16 anos, quando entrou para a organização Revolucionária Marxista Política Operária (Polop).  Assim como Lula, Dilma era admiradora do regime cubano, comandado pelo ditador Fidel Castro.

Como já havia dito aqui, em um artigo recente publicado, Cristianismo e Socialismo são tão antagônicos quanto pecado e santidade – e não há como concluir o contrário. Principalmente porque a meta dos comunistas é construir um Estado sem influência da cultura judaico-cristã, nem que para isso tenham que destruir as bases morais da sociedade.

Em seu livro, Fernando Haddad presta homenagem ao “Manifesto Comunista”, escrito que expõe os pensamentos de Karl Marx e Friedrich Engels sobre essa ideologia. Um trecho do tratado defende que o Comunismo deve “abolir estas verdades eternas, quer abolir a religião e a, moral, em lugar de lhes dar uma nova forma”.

Durante entrevista a Revista Época, quando disputava à prefeitura de São Paulo, o candidato do PT declarou: “Eu sou um socialista”.  Essa declaração é uma evidência da forte influência que as ideias de Karl Marx e Friedrich Engels têm nos pensamentos de Haddad.

Lembro ainda o fato de Lênin, responsável pela implantação do comunismo na Rússia, ter dito que ‘a guerra contra quaisquer cristão é […] lei inabalável’. O que confirma o interesse dos sociais-comunistas em erradicar a crença cristã.

Fernando Haddad também desenvolveu um estudo intitulado “De Marx a Habermas: o Materialismo Histórico e seu Paradigma Adequado”, quando buscava obter seu título de doutor em filosofia, em 1996. Já para obter o mérito de mestre em Economia, em 1990, o presidenciável do PT escreveu dissertação sobre o “Caráter Sócio-Econômico do Sistema Soviético”, em que faz uma defesa do Socialismo.

Precisamos tomar muito cuidado com esta ideologia perversa, pois em todos os países onde foi instaurado um regime comunista, as liberdades de crença e valores da Igreja foram abolidos. Sem contar o número muito grande de pessoas mortas e perseguidas por ditadores.

Devemos lembrar o que diz a Palavra de Deus, através da orientação de Jesus Cristo: “Cuidado para que ninguém vos engane! Pois muitos virão, usando o meu nome e dizendo: ‘Eu sou o Cristo! ‘ E enganarão muita gente” (Mateus 24.4-5).

Portanto, a ideologia defendida por Haddad, que também é seguida fielmente pelos membros do seu partido, é contrária ao cristianismo. É um modelo de ideias produzido no inferno.

Como disse o evangelista Billy Graham: “O comunismo é uma religião inspirada, dirigida e motivada pelo próprio diabo quem apoia declara guerra ao Deus o todo poderoso”.

Por Joel Engel, pastor, líder do Ministério Engel, em Santa Maria (RS) e fundador do Projeto Daniel, que ajuda crianças órfãs em países da África.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

COMENTÁRIOS