“Fui libertado quando descobri minha identidade em Cristo”, diz ex-viciado em crack”

Mãe e mulher de negócios espera ajudar outras mulheres a encontrar o chamado de Deus em suas próprias vidas em seu livro Finding Your Voice

FONTE:

ATUALIZADO: 26 de agosto de 2017

Em passagem pelo Brasil, o pastor americano Darrell Evans alertou os cristãos a terem cuidado com pessoas que amam seus títulos, em pregação realizada nesta terça-feira (1) na Igreja Verbo da Vida no Morumbi, em São Paulo.

“Eu não tenho nenhum título”, Evans acrescenta. “Eu sou seu irmão — esse é um bom título para mim. Algumas pessoas me chamam de pastor na minha cidade, mas sei que eles estão apenas me honrando. Nesse caso, eu digo: ‘Obrigado, me chame de irmão’”.

“Você não precisa de um título, o Seu Pai conhece seu nome e aqueles a quem você serve sabem quem você é. Cuidado com as pessoas que precisam ser chamadas por um título”, alertou Evans.

Evans acredita que os discípulos de Cristo devem viver como Ele viveu. “Os discípulos carregam Sua mensagem, Sua missão, Seu coração e Sua maneira de viver. Eles não desejam que seu nome seja lembrado, apenas o nome de Jesus seja glorificado”.

O ministro de louvor observa que pessoas que insistem em se promover podem perder a autenticidade dada por Deus. “Você pode ficar popular, vender muitos livros e atrair milhares de pessoas, mas não vai ter um coração sincero diante de Jesus”, observa.

Em 2005, Natalie co-fundou a organização sem fins lucrativos Hope for Justice (Esperança de Justiça, em tradução livre), cuja missão é acabar com o tráfico de pessoas, resgatando as vítimas, restaurando vidas e reformando a sociedade.

“Espero pela justiça que, é difícil de acreditar. Tudo começou como um pequeno sonho depois de conhecer essas meninas na Índia. Agora o projeto está em três continentes diferentes e em quatro países, além de ter seis escritórios. Então é incrível quando você usa sua voz para fazer o que Deus colocou dentro de você”, ressaltou.

Agora, a artista, esposa, mãe e mulher de negócios espera ajudar outras mulheres a encontrar o chamado de Deus em suas próprias vidas em seu livro Finding Your Voice. Nela, Natalie compartilha sua própria jornada através da bulimia, infertilidade, dúvida e depressão para encontrar sua identidade em Cristo e o propósito de Deus em sua vida.

Em 2005, Natalie co-fundou a organização sem fins lucrativos Hope for Justice (Esperança de Justiça, em tradução livre), cuja missão é acabar com o tráfico de pessoas, resgatando as vítimas, restaurando vidas e reformando a sociedade.

“Espero pela justiça que, é difícil de acreditar. Tudo começou como um pequeno sonho depois de conhecer essas meninas na Índia. Agora o projeto está em três continentes diferentes e em quatro países, além de ter seis escritórios. Então é incrível quando você usa sua voz para fazer o que Deus colocou dentro de você”, ressaltou.

Agora, a artista, esposa, mãe e mulher de negócios espera ajudar outras mulheres a encontrar o chamado de Deus em suas próprias vidas em seu livro Finding Your Voice. Nela, Natalie compartilha sua própria jornada através da bulimia, infertilidade, dúvida e depressão para encontrar sua identidade em Cristo e o propósito de Deus em sua vida.

COMENTÁRIOS